Ads (728x90)

          
     Mulher especial! Existem inúmeras mulheres especiais no Brasil e em todo o mundo! Mas, o que é ser ESPECIAL? No dicionário encontramos a palavra como:
1 – que não é geral, que diz respeito a uma coisa ou pessoa; individual, particular.
2 – próprio, peculiar, específico, típico.

Sou uma mulher especial!


Mulher gordinha

        Posso afirmar que sou uma mulher especial! Sou especial em vários aspectos: no meu jeito de ser, nas minhas preferências e na minha forma de amar, afinal, ninguém é igual a ninguém. Cada ser é especial de alguma forma ou para alguém.
Contudo, sou especial também de outro modo: sou especial no meu tamanho e na minha forma de se vestir. Pelo menos é o que as lojas de roupas me dizem!

Mulher tamanho especial!

Hoje as lojas diferenciam os espaços por: moda feminina, masculina, infantil e tamanhos especiais. Ou seja, eu não sou feminina, mas, sou especial! Quando não, colocam uma ou duas araras de roupas com os dizeres: TAMANHOS ESPECIAIS. Como assim? Por ser gordinha sou algo específico ou típico? Sou sim!  Sou como pessoa! Por isso, tenho direito de entrar em uma loja como qualquer outra pessoa, andar por ela e me sentir a vontade para realizar as compras a que preciso e não o que uma loja está decidindo por mim.

Gordinhas não têm direito a participar de promoções?

Também sou especial em relação a não poder comprar roupas em promoção, pois, em araras ditas “em promoção” sempre encontramos roupas de tamanhos 36, 38, 40 até 42, mas, nunca uma feminina de tamanho 48 para cima. Será que eles acham que nós gordinhas temos dinheiro para pagar um absurdo nas roupas?! Isso pode ser entendido como um elogio?!

Lojas plus size

Além disso, sou especial em ter lojas especificas para mim, as chamadas de moda plus size. Contudo, como já coloquei, será que os modistas de roupas para gordinhas pensam que temos muito dinheiro, afinal, as roupas desses locais são caríssimas. Ou um pouco mais de tecido faz muita diferença no preço?

Quero escolher as minhas roupas!

Enfim, tenho total direito de me vestir como gosto e não como acham que devo me vestir só por ser gordinha. Quantas vezes fui a grandes magazines e sai triste de lá, pois, as roupas ditas de tamanhos especiais pareciam serem feitas para a minha avó. Eu sou gordinha sim e não avó...tenho 32 anos e quero ne vestir como tal. Quero entrar em um provador e me sentir bem e bonita! Por que não posso ter o direito te escolher roupas andando por várias araras e o meu gosto decidir o que quero... afinal é muito difícil fazer roupas com tamanhos um pouco maiores?

Ser especial...

Eu não sei o que se passa na cabeça dessas pessoas donas de lojas de roupas; só sei que eu não me sinto ESPECIAL quando vou comprar roupas. Ser especial é se sentir única, própria, bonita, bem consigo mesma e não triste como fico ao ir ás compras e entrar em um provador.

Sou uma mulher especial sim! Especial por querer fazer a diferença na vida...por me sentir única, sonhar, lutar, por estar completamente apaixonada pelo meu marido, por amar muito a minha família e cachorrinhos, por querer bem os meus amigos e por ser especial para os meus alunos na minha profissão de professora.

Postar um comentário

Blogger