Ads (728x90)

      Já ouvi muitas amigas dizerem que nunca ficam com o cara certo... Sempre acham homens ruins para relacionar-se. Mas, o que será que acontece com elas? 
Popularmente diz-se da mulher que não consegue escolher bons pretendentes amorosos que ela possui um dedo podre. Será?
Essa é uma queixa muito comum nas rodas de mulheres, no entanto, ao contrário do que se imagina o problema está muito mais ligado à psicologia do que a sorte, nesse artigo irei explicar os motivos.


POR QUE EU SÓ ESCOLHO O CARA ERRADO?

Existem algumas razões que levam uma mulher a sempre se relacionar com homens “complicados”:
  1. Fazer escolhas superficiais
  2. Repetir padrões
  3. Baixa autoestima
  4. Histórico de família
MULHER PENSATIVA

1.   Escolhas superficiais: o que toda mulher quer?

Existem certas características masculinas que são atraentes para nós mulheres...não é?! Porém, escolher um namorado baseado só nelas pode ser justamente o que está dificultando a sua vida.

O bonitão: é inegável que uma boa aparência é algo extremamente atraente. No entanto o bonitão tal como o narciso do mito, pode estar muito mais enamorado de si próprio do que preocupado com a felicidade da sua companheira.

O que tem pegada: um homem que não esconde o seu desejo e tem uma abordagem agressiva na hora da conquista mexe com vaidade da maioria de nós mulheres e também desperta o nosso interesse. Infelizmente essa característica tão requisitada é comum em caras egoístas. A preocupação em satisfazer a si mesmo e o desinteresse pela opinião dos outros resultam nessa aparência de “vontade insaciável”.

O homem seguro de si: por mais que a nossa sociedade tenha mudado, a mulher de hoje continua procurando no homem alguém que lhe dê a segurança que ela não possui em si.  Ainda que você realmente encontre esse sujeito o ideal é que a sua confiança venha de si mesma e não de outra pessoa. Além disso, inicialmente é difícil distinguir entre uma pessoa confiante que sabe o que está fazendo e uma pessoa inconsequente que não pensa no futuro.

2.   Repetindo padrões

Lembro-me de uma conhecida que me disse: “Tenho um destino terrível! Todos os homens com os quais me relacionei eram alcoólatras” minha pergunta foi: “Conheceu todos eles em bares ou em locais em que havia muita bebida alcoólica?”, é claro que a resposta dela foi sim... Se você continuar repetindo as mesmas atitudes irá obter sempre os mesmos resultados. Isso é um fato!
Uma característica comum às ditas mulheres de “dedo podre” é justamente o fato delas se relacionarem sempre com o mesmo tipo de homem. É possível que isso esteja ligado a questões subjetivas e conflitos edípicos. Se for o caso procure um analista. Porém se for capaz de resistir tente se relacionar com pessoas de estilo diferente.


Você está cansada de ficar com homens que não te valorizam? Está com a sensação de que nunca vai achar o “homem certo”? Veja este livro: O GUIA DO MÉTODO DO RESPEITO. Ele desvenda para nós mulheres segredos sobre os homens que não imaginamos e que nos ajuda a conseguir as rédeas da nossa vida amorosa.

3.   Baixa autoestima e um pouco de masoquismo

Quando uma pessoa não se gosta ela passa a acreditar que não é merecedora de afeto ou de felicidade. Pode parecer incrível, mas existem pessoas que se sentem mal quando se vêem em um ambiente feliz onde elas são amadas. Quando se encontram nessa situação, pessoas assim começam a sabotar tudo de forma inconsciente. Outro fato curioso é que quando alguém não se ama ela rejeita a ideia de que outro possa lhe amar
Então enquanto você não aprender a gostar de si mesma estará presa ao desamor. 

4.   Histórico de família

Sem querer, ás vezes tendermos a reproduzir os atos dos nossos pais. As pessoas tendem a repetir nas suas vidas aquilo que viram durante a infância: traições, brigas ciúme, etc. Se a vida dos seus pais foi assim existe a tendência de que você reproduza isso na sua vida. Espere um pouco! Eu disse “tendência” isso não é uma regra ou uma maldição é apenas um ciclo vicioso que você pode quebrar quando começar a se tornar consciente das suas escolhas.  

Quando o problema é com você

 Nem sempre se pode culpar ao outro pelos problemas na relação. Existem algumas atitudes de nós mulheres que podem acabar com qualquer relacionamento, como por exemplo, ciúmes excessivo e desejar ter o controle de tudo.

COMO DEIXAR DE SER DEDO PODRE:


Reflita sobre esse problema no passado: Lembre sobre qual tipo de homem já se relacionou e por que deu errado. Não repita os mesmos erros.

Antes só que má acompanhada: Se apegar ao primeiro que aparecer só por que se está carente não é um bom negócio. Caso se sentir solitária experimente procurar pelos amigos ou pela família, mas evite entrar em uma furada. 

Trabalhe a autoestima: Para ser feliz em qualquer área da vida estar bem com si própria é sempre fundamental! 

 Não seja escolhida, escolha!: Não espere que os homens cheguem até você, vá atrás daqueles dos quais gostar. 

Saiba quem é você e o que deseja: Busque entender as suas necessidades e anseios, fica impossível encontrar aquilo que não se sabe o que é.

Não fantasie seu sapo de príncipe: Não seja do tipo de mulher que não enxerga os defeitos do companheiro: se ele que não quer compromisso, se dá preferência aos amigos, se não atende as suas necessidades, não vai adiantar fingir que não percebe. 

Não tente agradar aos outros: Escolher alguém só por que acha que a sua família vai aprovar ou por que vai impressionar as suas amigas é um indicio de que você não é madura. A única pessoa que precisa gostar do seu namorado é você mesma. 

Procure um profissional: Por traz desse problema podem existir inúmeros conflitos emocionais por isso talvez seja necessária a intervenção de um (a) psicólogo (a).


        Está cansada de ser um dedo podre? Quer ter mais controle sobre os homens? Então, conheça as 4 maneiras para você ter mais controle sobre os homens.

        Lembre-se sempre: você tem que ser feliz no seu relacionamento!

Postar um comentário

Blogger