Ads (728x90)

         
        Vou começar o post lhes sendo muito sincera: sabe o Caribe? Aquele pedacinho do paraíso que fica entre as Américas que a gente já viu por meio de fotos, revistas, filmes, etc. e que nos revela um mar azul cristalino de águas calmas, areias branquinhas e rica vida marinha? Eu ainda não conheço (ainda...rs...)!
        Mas, conheci Maragogi e posso lhes afirmar: esse pedacinho do nosso Brasil é lindo demais! E pelo que já ouvi falar do Caribe... ele é sim o nosso Caribe brasileiro!

        Maragogi, cujo nome significa “rio livre”, é uma cidade do litoral norte alagoano. Ela recebeu esse nome devido ao enorme rio que a corta e desemboca no mar. O município fica no meio (cerca de 125 km) das capitais Maceió e Recife (Pernambuco). Tanto que, quando fomos viajar, desembarcamos no aeroporto de Recife, visto que, a facilidade para o acesso rodoviário era melhor. O tempo aproximado do voo direto foi de 3 horas e mais 2 horas de percurso terrestre.

VISTA DE MARAGOGI


         Você deve ter pensado? Tudo isso de viagem... vale a pena? Com certeza!
      Quando você chega na cidade já se depara com um lindo mar azul cristalino, que te deslumbra com a imensidão azul do céu e as areias branquinhas.

        Essa pequena cidade faz parte da costa de corais, a maior área de proteção ambiental da marinha brasileira, para proteger a flora e a fauna marinhas da região.

A CIDADE E HOSPEDAGEM


        Ficamos hospedados no resort Salinas de Maragogi. Estávamos indecisos quanto a hospedagem, pois, Maragogi possui uma variedade de rede hospedeira, entre pousadas, hotéis e resorts. Apesar de ser um local turístico, a cidade ainda é pequena comparada com outros locais.

        Ela lembra uma cidade do interior, com casas e comércios simples e gente hospitaleira. Um lugar que as casas não demonstram a grande preocupação com a violência como em São Paulo porque quase não vimos grandes portões e muros para dificultar o acesso. Algumas ruas ainda não têm pavimentação. Seu povo é muito cordial!

MAR DE MARAGOGI


        Como a cidade é pequena, decidimos ficar em um resort; visto que, resorts possuem uma ótima infraestrutura de acomodação e lazer. Uma coisa que já observamos em viagens: vale a pena pegar uma estadia all inclusive! Nessa opção de viagem, tudo é incluído na estadia! Tudo é tudo mesmo: comidas e bebidas! Assim, quase não existem gastos extras com alimentação. Você paga junto com o pacote o que pagaria durante a viagem, mas sem se preocupar com valores muito altos, é tudo à vontade! No fim das contas, acaba economizando!

        Decidimos pelo Salinas por indicação. O resort é maravilhoso! Ele conta com uma grande estrutura de lazer para todas as idades (existe uma programação diferenciada todos os dias), uma enorme opção de gastronomia, um grande complexo aquático e um centro náutico e de mergulho completos. A equipe está sempre bem disposta para te atender! A única coisa é que a praia possui um pouco de turbidez na água, pois, o rio Maragogi desemboca bem naquele local.

RESORT SALINAS DE MARAGOGI


        Os apartamentos são distribuídos por todo o resort (dependendo do tipo de quarto que você vai ficar, o local fica mais perto ou longe da praia). Nos hospedamos no standard, que ficavam mais próximos do saguão de entrada. Todos os quartos possuem varanda. Ele possui uma decoração rústica mais elegante, com um bom espaço interno, frigobar sempre abastecido, televisão, wi-fi grátis, cofre individual digital e ar-condicionado.

QUARTO DO RESORT


        Conhecemos também gente que ficou hospedada no resort Gran Oca. Todos falaram muito bem do local. A praia do resort fomos conhecer e é belíssima!

GASTRONOMIA


        Como em grande parte dos locais praianos, os frutos do mar são a base para a maioria dos pratos. Mas, também, degustamos receitas com carnes diversificadas como por exemplo: pato, carneiro, codorna, etc.

GASTRONOMIA


        Contudo, Maragogi tem duas grandes deliciosas marcas registradas:  as bolachas de Maragogi e o bolo de goma.
        Fomos visitar uma das casas que produziam as bolachas. O cheiro quando chegamos era muito convidativo para degustar... (nossa me deu até água na boca agora!). Uma produção artesanal feita com muito carinho pelos moradores. Fiquei impressionada também com o quintal da moradora: o lindo mar azul e tranquilo!

        Destaca-se também na culinária de Maragogi o tradicional bolo de goma. O bolo feito de amido de milho, manteiga, leite de coco, ovos, sal e açúcar é outra especiaria da região feita pelos moradores e exportada para vários lugares.

AS PRAIAS E PASSEIOS


        Maragogi é um lugar de praias bonitas por natureza! Suas águas são cristalinas e, como todo o seu litoral é cercado pela costa de corais, a praia vira uma linda piscina, pois, as ondas não chegam até a areia. Essa por sua vez é bem branquinha e macia; as únicas coisas que vemos no seu decorrer são coisas da própria natureza, como algas, por exemplo. Além disso, é comum encontrarmos uma rica vida marinha, como ouriços e peixes de diferentes espécies.

video


        O primeiro passeio que fizemos foi o de Buggy pelo litoral norte de Maragogi (até a divisa de Alagoas com Pernambuco). Ele durou cerca de 3 horas e meia, onde pudemos conhecer, tomar banho de mar e tirar lindas fotos pelas praias do município. Vale registrar que o guia que nos acompanhou foi muito solícito, passando seus conhecimentos sobre o lugar e ajudando com as fotos.


PASSEIO DE BUGGY


        Pudemos conhecer o litoral sul de Maragogi e as cidades de Japaratinga, Burgalhau e Porto de Pedras através de uma empresa de passeios disponível no próprio resort. Por meio dela também fomos a linda e bucólica cidade mais ao sul de Alagoas chamada São Miguel dos Milagres. Esse lugar possui uma beleza esplendorosa de praias desertas e o contato com a natureza, a tranquilidade e a simplicidade dos costumes.

SÃO MIGUEL DOS MILAGRES


        Outro passeio que você entra muito em contato com a natureza é o do Santuário do Peixe-boi. Na pequena cidade de Porto de Pedras você pode entrar em contato com a vida marinha de um dos mamíferos ameaçados de extinção. O passeio é controlado, feito em horários específicos. O guia do Santuário explicou tudo pelo caminho e falou sobre a importância da preservação e tudo que aprenderam com o projeto.
O Santuário fica no rio Tatuamunha. Para chegar até lá existe uma trilha no manguezal que leva ao ponto de partida dos barcos. O caminho é estreito e tivemos que passar por uma ponte de madeira estreita (para ser sincera que dá até um pouquinho de medo). Após somos conduzidos de jangada (sem motor para não machucar os animais) até o viveiro. Alguns dos animais ficam soltos no rio e outros no cativeiro para tratamento. Todos são monitorados pelos funcionários da Associação do Peixe-boi.
Na realidade quase não vimos de perto os mamíferos lá. Eles estavam “envergonhados” e quase não chegaram perto da gente; mas, foi um passeio rico em aprendizagem e vivência.

PEIXE-BOI


A nossa sorte foi que quando fomos atravessar a balsa para a praia de Japaratinga fomos contemplados e vimos um grande peixe boi que tinha sido atraído até o barco. Ele permaneceu um tempo brincando naquele local.

As piscinas naturais são marcas registradas de Maragogi. Pela cidade ser rodeada por costas de corais, quando a maré baixa o mar forma enormes piscinas tanto na costa, como mais ao fundo. Para chegarmos até a chamada Galés fizemos uso de um catamarã disponível para passeio no resort (passeio pago a parte). Nela podemos contemplar a imensidão azul do mar e a sua rica vida marinha. Os guias disponibilizam snorkel para a visualização melhor dentro da água.

VISTA PISCINA NATURAIS

VIDA MARINHA


Também, existem as piscinas de Taocas e Barra Grande ao norte.
Geralmente esses passeios são realizados logo pela manhã, quando a maré fica mais baixa no dia. Para realizar esse passeio é aconselhável consultar a tábua das marés disponibilizadas no local. Ele dura cerca de 2 horas.

Você já pensou em realizar um mergulho? Nem eu! Para ser bem sincera sempre tive medo! Contudo, pelo incentivo do meu marido realizei esse passeio esplendoroso e recomendo! Por meio das águas cristalinas e calmas é possível observar a riqueza da flora e da fauna que habitam os bancos de corais.
Mergulhadores profissionais realizam um treinamento com as pessoas interessadas em se aventurar um pouco mais. Todas as idades podem realizar esse passeio, pois, os mergulhadores nos acompanham o tempo inteiro (vamos juntos). Eu de início pensei em desistir, contudo, o profissional foi super competente e até ofereceu o seu equipamento.
Quando você está lá embaixo vivencia uma imensidão de paz, em um mundo rico em vida.

MERGULHO

Enfim, como já coloquei, eu não conheço o Caribe, mas, conheci Maragogi e posso afirmar com certeza que vale a pena visitar esse pequeno lugar alagoano de mar azul, cristalino e de rica natureza; ou seja, o nosso caribe brasileiro!

Postar um comentário

Blogger