Ads (728x90)

        O chefe chama para uma conversa particular, pede para você sentar e durante uma conversa formal ele diz aquela tão temida frase “infelizmente não precisamos mais dos seus serviços”. Daí bate aquela sensação de desespero “e agora? ”

        Ser demitido é sempre uma situação muito difícil! Na cabeça passa aquela tempestade de perguntas, como por exemplo: e agora como vou pagar as contas? Sentimentos ruins normalmente invadem o corpo... A culpa geralmente perpassa “por que eu?” , “onde errei?” e  o desânimo começa a chegar.

        Mas, se tudo isso aconteceu com você, não perca tempo com lamentações: bola para frente!



1 – VÁ À LUTA!

        Ser demitido é sempre muito difícil sim! Contudo, não considere isso como uma sentença final! Claro que é inevitável ficar triste, chateado, porém, a vida segue em frente.

        Por isso, é fundamental uma rápida reação, para evitar que o desânimo e a inércia afastem boas oportunidades. Quanto maior for o tempo afastado do mercado, menores são as chances de recolocação.

        Primeiro, realize uma auto avaliação, não para se auto criticar, mas sim para levantar seus pontos fortes, suas qualidades que podem te ajudar a arrumar um novo emprego. Depois, coloque pontos que você pode melhorar, que podem se tornar coisas positivas na busca por uma recolocação no mercado de trabalho.

Listando suas habilidades, você pode buscar empresas e indústrias que poderão ser beneficiadas por elas. Agora vá à luta!

Se precisar, desenvolva mais a sua comunicação, esteja aberto para sugestões e não tenha vergonha de procurar amigos, parentes e conhecidos. Algumas iniciativas podem ajudá-la a encontrar uma vaga mais rapidamente.

É possível ter um negócio de sucesso trabalhando em sua casa! Veja: COMO GANHAR DINHEIRO A PARTIR DE CASA

2 – PREPARE UM ÓTIMO CURRÍCULO!

      O currículo é a sua carta de apresentação, é o seu chamariz para o empregador. Por meio dele, o recrutador pode despertar o interesse de te conhece-la pessoalmente ou simplesmente te ignorar em meio a outros. Assim, ele deve ser claro, organizado e objetivo. Vamos a algumas dicas importantes:

Evite erros de escrita
        Sendo o currículo sua “cara” inicial para o recrutador, faz-se importantíssimo que ele esteja escrito dentro das normas da Língua Portuguesa (no caso do Brasil), do país no qual você pertence ou da nacionalidade da vaga que está almejando.

        A linguagem escrita é muito complexa, por isso, se necessário procure a ajuda de um profissional para fazer uma correção.

É indispensável
        O currículo deve estar muito bem organizado, claro e objetivo. Ele deve ser estruturado de acordo com a área de interesse. Dê preferência por organiza-lo em somente uma página, no máximo duas.

Abertura
        As primeiras coisas a serem colocadas em seu currículo são os seus dados pessoais: nome completo, endereço, telefone e e-mail.

        Não é necessário colocar CPF, RG, data de nascimento e estado civil, a não ser que a empresa solicite.

Parte mais importante do currículo
        A parte que geralmente um recrutador lê primeiro é o perfil profissional. Essa é a etapa que a pessoa escreve resumidamente sua formação, experiências profissionais e objetivos com o cargo. Ele deve ser escrito em terceira pessoa.

Escolaridade
        A sua formação escolar é muito importante em um currículo. Inicie pela sua última etapa e discorra as anteriores em seguida, como por exemplo: mestrado primeiro e graduação após.  Quem já possui nível superior para cima, não precisa colocar o ensino médio e o fundamental.

        As informações essenciais para cada nível escolar são: nome da instituição, curso realizado ou em andamento, data de começo e final ou previsão da conclusão.

Cursos extracurriculares
        Momento de citar os cursos de formação complementar para o cargo e que enriquecem o seu currículo. Lembre-se de colocar somente os que te ajudarão na área pretendida.

        Para citação escreva o nome do curso realizado, instituição onde estudou e período.

        É a hora de escrever se fala uma ou mais línguas estrangeiras e seu grau de proficiência. Também, se possui conhecimentos de informática e nível.

Experiência profissional
        Hora de descrever experiências profissionais anteriores, principalmente ligadas a vaga pretendida. Como os nomes dos cargos às vezes variam de empresa para empresa, faz-se importante uma breve descrição do que você fazia no local. Além disso, coloque o nome da instituição e período trabalhado.

        Uma dica muito importante: busque sempre se atualizar! Estamos vivendo em uma era de que as informações e formações mudam constantemente, por isso, quem não acompanha costuma ficar desatualizado.

3 – REALIZE UMA PESQUISA DE VAGAS

        Realize uma busca detalhada dos setores que estão mais em crescimento e que, consequentemente, estão ofertando mais vagas.

        A internet hoje pode ser uma grande aliada na procura por um emprego. Assim, busque informações sobre a economia, empresas e negócios. Visite as páginas das empresas na internet. Inclua seu currículo em um site especializado em recolocação profissional.

        Novamente: busque sua rede de contatos. Procure amigos e parentes. Converse procurando informações que possam te ajudar.

        Porém, não saia atirando para todo o lado. Realize uma pesquisa, contudo, filtre as vagas que realmente você possua um perfil. Quem sai atirando para todo o lado, normalmente tem pouca chance de conseguir um emprego porque às vezes não é qualificado para tal e isso costuma aparecer na entrevista.
        Outros meios que você pode buscar são: Centros de intermediação do trabalho e firmas de consultoria e recolocação.

        Faça um cronograma de tudo o que você pode fazer; assim, os passos a serem tomados ficarão mais claros.


4 – ENTREVISTA E RECRUTAMENTO

        Um recrutador de empresa gostou muito do seu currículo... Ele agenda uma entrevista em um processo de recrutamento com você... Mas, já vai dando aquele “friozinho na barriga”... Conheça dicas de como proceder.

Antes
  • É de extrema importância conhecer um pouco da empresa no qual você será entrevistado. Por isso, pesquise sobre a companhia, busque em que área atua, sua filosofia de trabalho, coisas que podem te ajudar a falar sobre a corporação caso o entrevistador pergunte ou que você pode agregar com os seus serviços.
  • Prepare-se adequadamente para um processo de recrutamento, com roupas bem limpas e formais e cabelos arrumados. Para nós mulheres: tomem cuidado com os excessos, como maquiagem e perfume, por exemplo.
    Não chegue muito antes ou, principalmente, atrasado. Isso pode indicar falta de pontualidade e irresponsabilidade.

Durante

  •          Em uma entrevista é aconselhável a pessoa ser sincera e coerente.
  •          Comprimente com um aperto de mão confiante.                                                 Busque uma postura corporal positiva e correta.
  •          Evite erros de concordância verbal e nominal. Não use gírias e palavras de baixo calão.
  •          Tente manter a calma e tranquilidade durante a entrevista. Procure respirar mais pausadamente para relaxar.
  •          Seja cordial e positivo. Responda de forma clara e objetiva, sem se alongar em cada questão.
  •          Caso não entenda a pergunta colocada, não tenha receio de perguntar novamente.
  •          Busque colocar exemplos práticos da sua experiência profissional e tente fazer um paralelo das coisas que você pode acrescentar na empresa com elas.
  •          Por mais que você não gostasse do seu emprego anterior ou chefe, nunca fale mal deles.
  •          Se o entrevistador perguntar sua pretensão salarial, não hesite em citar um valor aproximado para o cargo, pois, se ele está perguntando, realmente quer saber.

Em dinâmicas de grupo
        Normalmente as instituições utilizam dinâmicas de grupo como uma etapa para recrutamento. Não seja competitivo; demonstre-se educado e cordial com os outros concorrentes e trabalhe em grupo. Empresas valorizam muito o trabalho em equipe e a criatividade.


Cada vez mais pessoas resolvem criar uma carreira de sucesso trabalhando em casa. Saiba mais:  COMO GANHAR DINHEIRO A PARTIR DE CASA

5 – PENSE EM OUTRAS POSSIBILIDADES
Ter um emprego formal com carteira assinada não é a única forma de ganhar dinheiro ou realizar seus sonhos. Isso mesmo! Já pensou na possibilidade de ser a sua própria chefe? É possível se você tiver espirito empreendedor, e em muitos casos não é necessário investir dinheiro, apenas ter vontade de trabalhar, pretendo falar mais sobre isso em breve.

Concursos públicos também surgem como saída para quem está com dificuldades em ter uma recolocação profissional.

Não desanime! O mundo é feito de oportunidades e mais cedo ou mais tarde vai conseguir agarrar a sua...

       Fórmula mágica  não existe na busca de uma tão sonhada vaga de emprego. Entretanto, é essencial nunca desistir, se entregar... vá a luta! Mostre atitude, seja persistente!

Postar um comentário

Blogger