Ads (728x90)



Dia 8 de Março é comemorado o Dia internacional da Mulher, nessa data é exaltada toda a importância que a mulher tem para todos! A mulher é símbolo de sensibilidade, mas é forte em muitos sentidos. A competência e a garra, nos levou a conquistar espaços e a ser mais respeitada (apesar de muita coisa ainda ter que melhorar).
Para manter o ritmo de multitarefas que temos no dia-a-dia a saúde é essencial. Justamente por isso fizemos um artigo especial para nossas mulheres.

MULHER FELIZ


UMA MULHER SAUDÁVEL É UMA MULHER FELIZ!

Mulheres diferem em sua saúde em muitas áreas do - assim chamados - sexo forte. Nós, pelo menos todo mês, geralmente sofremos com cólicas menstruais, dores de cabeça e inchaço, além de outros problemas que podem acometer o sexo feminino.
Nas últimas décadas, foi reconhecido que a prevenção e tratamento de doenças típicas do sexo feminino teve grande atraso e assim, atualmente, muito tem se buscado e o setor de saúde melhorou.
Mulher, símbolo de luta, merece ter cuidados especiais com a sua saúde; afinal, mesmo quando não está bem, ainda sim é guerreira.
Abaixo relacionamos alguns dos problemas que mais atacam a saúde da mulher e algumas dicas que podem ajudar a minimizar certos problemas:

1 - Dores menstruais

Poucos dias antes do período menstrual e durante a menstruação, muitas mulheres sofrem de uma variedade de dores: dor abdominal espasmódica e retirada que se irradia para as costas, dor no peito e na cabeça, fadiga ou inquietação são as queixas mais comuns antes e durante a menstruação. Aqui estão algumas dicas úteis que podem minimizar esses efeitos:

Relaxamento:
Ioga, meditação ou ginástica especial pode aliviar o desconforto.
Magnésio e ferro:
Magnésio, que é encontrada em arroz, nozes, castanha ou legumes, alivia a dor preventivamente. A deficiência de ferro é manifestada por fadiga e apatia. O ferro é encontrado em carne e feijão.
Aromaterapia:
Vários óleos essenciais - como a Juniper - têm um efeito de levantamento de humor.

2 - Inflamação dos Ovários e das Trompas

Uma inflamação dos ovários ou trompas é uma doença muito dolorosa que, principalmente as mulheres sexualmente ativas e jovens são afetadas. A dor severa no abdômen, febre e corrimento vaginal, náuseas e vómitos são alguns dos sintomas comuns. Tais reclamações devem ser imediatamente vistas por um ginecologista. Se essa condição não for tratada a tempo, pode ser o episódio amargo da infertilidade.
Para ajudar a evitar tais transtornos é importante ter uma alimentação saudável a base de vegetais e frutas frescas cruas. Também, manter sempre a higiene da região pélvica e evitar de ficar com roupas de banho molhadas. Além disso, busque utilizar camisinhas nas relações sexuais (isso também previne doenças sexualmente transmissíveis).



3 - Cistite

A cistite na bexiga é uma doença infecciosa, em que existe a micção dolorosa. Se trata de uma infecção do trato urinário relativamente inofensivo causado por bactérias. Para evitar novas infecções dos rins, no entanto, importante que um médico deve ser consultado.
A maior parte afetada são de mulheres sexualmente ativas. No entanto, uma infecção da bexiga pode certamente se relacionar com meninas ou mulheres mais velhas. Se o médico detectar uma cistite bacteriana, em sua maioria ele prescreve antibióticos.
Para a prevenção, sempre tomar bastante água ou chá de ervas sem açúcar e nunca segure a urina por muito tempo.

Você também poderá gostar de ler: 6 MANEIRAS EFICAZES DE PREVENIR O CÂNCER DE MAMA

4 - Osteoporose

A osteoporose é uma doença óssea em que ocorre uma redução da massa óssea e uma mudança na qualidade do osso. Uma fratura repentina, que é desencadeada por estresse baixo, muitas vezes fornece os primeiros sinais. Pode-se fazer alguma prevenção contra a perda óssea, no entanto.
A vitamina D, que é encontrado principalmente na carne, peixe, leite e ovos deve estar na sua dieta e banho de sol. Além disso, o fornecimento de cálcio é muito importante. Esta é encontrada principalmente em todos os produtos lácteos.

5 – Obesidade

A obesidade não é um problema exclusivamente feminino, mas é com certeza um dos problemas mais preocupante para as mulheres.
A obesidade traz consigo vários riscos à saúde em um nível mais elevado como a obesidade II e III; com ela a pessoa passa a ter pressao alta, diabetes tipo 2, colesterol, inchaço, fadiga e outros.
A maioria das pessoas são obesas devido à má alimentação e sedentarismo. Esse fator implica outros riscos à saúde da mulher como câncer de mama, outros cânceres, distúrbios menstruais, cólicas, dor de cabeça, osteoporose e outros.
Isso porque pesquisas já demonstraram que alimentação incorreta e falta de atividade física aumenta os riscos de todas as doenças citadas e a não mudança de hábito compromete o resultado do tratamento. Inicie com um bom plano diário como uma boa dieta para emagrecer e exercícios leves.

Quão satisfeita e de bem com a vida você ficaria ao pegar aquela sua calça jeans, vestir ela e sentir que ela cabe certinho, perfeitamente como não cabia a muito tempo? Sabe quando você nota realmente que as roupas estão frouxas? Pois é... EMAGRECER DE VEZ

A mulher costuma ser a base do lar, ela é, apesar do não reconhecimento, o sexo forte... a pessoa que luta por seus objetivos, que tem fé e ama incondicionalmente.
Mulher, preocupe-se com você e a sua saúde. Tenha amor próprio e valorize-se!



Artigo escrito em parceria com a Rosi Feliciano do Dieta Blog. Muito obrigada e parabéns pelo nosso dia!

Postar um comentário

Blogger
  1. O Dia Da Mulher é uma data muito importante, por isso dicas para a saúde sempre cai bem.

    ResponderExcluir