Ads (728x90)


ITEM ESSENCIAL PARA TER UMA BOA QUALIDADE DE SONO


        Dormir é muito prazeroso, não é?! Como nós sentimos bem após termos uma tranquila noite de sono... Por meio desse período de descanso o nosso organismo se recupera de todo desgaste corporal e consolida a memória, importante fato para a manutenção da saúde.
        Mas, se temos uma noite ruim de sono, acordamos com aquela sensação de embriaguez, com dor de cabeça, dificuldade de raciocinar, indisposição, etc. E, essa sensação ruim permanece durante todo o dia...
        Assim, é essencial termos um ótimo período de sono e, nesse contexto, o colchão é um item essencial. Afinal, é com ele que você permanece nesse período tão importante, em um relacionamento que deve ser de amor por toda a vida.

Mulher deitada no colchão

A PRIMEIRA COISA...

        Com os colchões que você teve durante a sua vida, procure lembrar dos tipos de relacionamentos que teve com eles: você dormia bem? Qual era o mais gostoso para passar a noite? Qual te deixava com alguma dorzinha?
A partir disso tente lembrar o tipo de material que ele era feito: espuma, mola ou de caixa ortopédica?
Isso já é um grande orientador para a escolha do seu próximo colchão.

MATERIAIS UTILIZADOS

        Existem diversos tipos de materiais utilizados para fabricarem colchões. Assim, veja algumas dicas para a escolha do seu:

  • Colchão de espuma:  fabricado com poliuretano, esse tipo de colchão é o mais vendido. Geralmente deforma facilmente, por isso, deve ser trocado mais rapidamente. A qualidade do seu sono dependerá do seu tamanho e peso. Por isso, consulte a tabela da densidade ideal para o seu corpo. Se for para um casal, ele deve ter a densidade do corpo da maior pessoa.

  • Colchão de mola:  a quantidade de peso que é colocado sobre as molas determina a resistência que elas oferecerão para estabilizar o corpo em uma posição de conforto e estabilidade. Dessa forma, quanto mais peso se coloca sobre as molas, mais elas trabalharão para oferecer uma resistência que estabilize o corpo em uma posição confortável.
No mercado existem também os de molas pocket, que são molas escadas individualmente. Esse sistema se baseia no sistema de suspensão independente, onde as partes mais proeminentes do corpo sofrem variação, já as demais ficam intactas, respeitando a anatomia do usuário.

  • Colchão de caixa ortopédica:  Esse tipo de colchão tem um tipo de caixa de madeira em seu interior e ela é recoberta por uma camada de espuma, que o ideal é de no mínimo 5 cm de espessura para garantir a postura ideal da coluna para dormir.

MACIO OU RÍGIDO?

        Muitas pessoas pensam que o melhor local para descansar deve ser bem macio. Na verdade, o colchão ideal deve ser um meio termo entre o macio e o rígido.
        Um colchão muito macio não dá a sustentação necessária para as partes mais pesadas do corpo (como o quadril, ombros e coxas), fazendo com que elas afundem e desviem a coluna. Já um mais duro é como se você dormisse em uma tábua, sendo um crime para o seu corpo porque entorta a coluna e os músculos ficam impossibilitados de relaxar.
        Portanto, o melhor colchão é aquele firme (nem muito macio, nem muito rígido). Sobre ele todas as curvas do corpo devem ter apoio e a coluna reta, sem ser forçada.

O COLCHÃO IDEAL

O ideal é aquele que permite o relaxamento de todos os músculos, incluindo os da coluna. O corpo demonstrará sinais de tranquilidade e descanso.

QUANDO ESTÁ NA HORA DE TROCAR O COLCHÃO?

        O colchão é um material que costuma durar um bom tempo (pode chegar até 10 anos, dependendo do material), por isso, ás vezes nos esquecemos que temos de trocá-lo. Mas, ele acaba nos lembrando com algumas situações, por isso, preste atenção se:
  • Acordar com uma dorzinha nas costas.
  • Em mau estado: sujo, descolorido e rasgado.
  • Ficar se mexendo na cama constantemente, em busca de uma boa posição no colchão.
  • O colchão apresentar desníveis e depressões.
Observe a data de validade do fabricante, ela é um ótimo indicio que está na hora de buscar um novo.
       

COMO COMPRAR?

        Quando for comprar um colchão leve em consideração a densidade, pois, ele é feito já pensando no peso e altura da pessoa (veja tabela abaixo). Se for para um casal, a escolha deve ser feita pensando na densidade para o maior parceiro. Assim, já é uma dica de que o colchão poderá ser o adequado.

ALTURA
(M)
Até 1,50
1,51 a 1,60
1,61 a 1,70
1,71 a 1,80
1,81 a 1,90
Maior 1,90
PESO (KG)






Até 50
D23
D23
D23
D20


51 a 60
D26
D26
D26
D23


61 a 70
D28
D28
D28
D28
D28

71 a 80

D33
D28*/33
D28*/33
D28*/33

81 a 90


D33
D33*/28
D33*/28
D28
91 a 100


D40
D40*/33
D45*/33
D33
101 a 120


D45
D45
D45
D45/33*
121 a 150



D45
D45
D45
Observação: as densidades marcadas por * significam preferencialmente.

O essencial: teste vários colchões! Deite-se neles em todas as posições e concentre-se no que sente. Você deve estar pensando “vou passar vergonha!”. Na realidade isso é importantíssimo para saber como o seu corpo irá reagir com cada colchão. Sinta qual te deixa mais feliz e relaxado. Se for para um casal, é primordial que os dois testem juntos. Pense que quando você vai comprar uma roupa costuma experimentar para ver o que acha, então por que não provar um colchão?!
Acredite: não pense em economizar nesse item! Pois, o barato pode sair caro para a sua saúde! O negócio é pesquisar mesmo para achar um que você pode pagar e que seu corpo goste bastante ao fazer o teste.

        O colchão é um grande amigo seu ou pode tornar-se o seu inimigo também! Com ele passamos horas muito importantes da nossa vida, que restabelecem a nossa energia, horas de sono bem-vindas...
        Assim, busque que esse relacionamento seja de amor pela vida toda!

Você também poderá gostar de ler: 10 DICAS DE ORGANIZAÇÃO PARA A COZINHA

Postar um comentário

Blogger